A umidade relativa do ar e a saúde!

Ambientes muito úmidos são considerados desconfortáveis pelas pessoas, pois dificultam a transpiração do corpo, além de dar a sensação de um ambiente mais “abafado”. Por outro lado, a redução extrema dos níveis de umidade também provoca efeitos que podem prejudicar a nossa saúde, pois quando o ar está muito seco, sentimos a rápida perda de água em nosso corpo, além da desidratação das vias respiratórias e mucosas.

Os baixos níveis de umidade do ar são assim classificados:

🚨 De 20% a 30% – Estado de Atenção: recomenda-se, nesse tipo de situação, a não realização de atividades físicas ou esforços muito grandes durante as horas mais quentes do dia, entre 11h e 15h no horário comum.

🚨🚨 De 12% a 20% – Estado de Alerta: o melhor, nesse caso, é não realizar grandes esforços entre 10h e 16h, consumir bastante água, evitar ambientes muito aglomerados e fechados e, se necessário, utilizar soro fisiológico para os olhos e narinas.

🚨🚨🚨 Abaixo de 12% – Estado de Emergência: deve-se manter todas as recomendações dos estados acima, além de evitar ao máximo a realização de esforço físico durante todo o dia. É recomendado que se procure umidificar locais fechados com aparelhos específicos ou até com toalhas molhada

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com