Categorias
Poesia

Barco afundado

No inverno de 1995, um barco de pesca começou a afundar nas frias águas da Ilha de Vancouver, Canadá.
Os dois homens a bordo rapidamente correram até o bote salva-vidas que estava amarrado ao barco que afundava por uma corda de fibra sintética.
Infelizmente, a corda estava amarrada muito firmemente, eles não conseguiam desatar.

Como o barco de pesca fazia mais e mais água, os homens sabiam que não podiam voltar ao interior do barco.
Para piorar, nenhum dos dois havia levado uma faca para o interior do bote com a qual poderiam cortar a corda e livrar balsa do barco que afundava.
Sabiam que quando o barco afundasse, iria levar o bote salva-vidas para debaixo da água, e eles juntos! Se afogariam, a menos que encontrassem uma forma de cortar o corda.

 

Os dois homens começaram, então, a mastigar a corda, alternando quando a mandíbula de cada homem ficava exausta.
Um deles perdeu um dente no processo.
Eles trabalharam continuamente e febrilmente por mais de uma hora e, minutos antes do barco de pesca afundar completamente, eles romperam a corda!
Eles sobreviveram ao serem salvos mais tarde por outro barco de pesca.

 

Muitas vezes em nossas vidas nós permitimos que as circunstâncias nos arrastem para o fundo como um barco afundando, nos esquecendo que sempre haverá uma proteção superior e que, custe o que custar, jamais devemos desistir.

 

Vilalon

Mensagem Postada 7/4/2008