Atualidades

31 de janeiro terá Superlua, Lua Azul e Lua de Sangue na mesma noite

31 de janeiro terá Superlua, Lua Azul e Lua de Sangue na mesma noite

Atualidades
Esta quarta-feira (31) será marcada por uma rara coincidência envolvendo a Lua: quem olhar para o céu do ponto certo do planeta poderá testemunhar, no mesmo dia, uma Superlua, uma Lua Azul e uma Lua de Sangue, esta última em decorrência de um eclipse lunar (veja abaixo a explicação de cada um desses fenômenos). A agência espacial americana, Nasa, está chamando essa junção de "Superlua Azul de Sangue" (Super Blue Blood Moon). Infelizmente, no Brasil o eclipse não será visto, com exceção de algumas localidades do extremo norte do país. Portanto, à maioria dos brasileiros, resta apenas observar a Lua cheia em seu perigeu, o que se chama de Superlua. Curiosidades: O QUE SÃO ESSAS LUAS? Super Lua: A Super Lua acontece quando a Lua cheia está mais próxima da Terra. Este Eclipse L
Plástica: aumenta procura por cirurgias reparadoras

Plástica: aumenta procura por cirurgias reparadoras

Atualidades
Quando se fala em cirurgia plástica é muito comum associá-la à estética. Mas nem sempre os procedimentos estão relacionados exclusivamente à procura por beleza. Em muitos casos, a cirurgia reparadora é o caminho para corrigir deformidades causadas por lesões acidentais, como queimaduras e acidentes, e imperfeições congênitas ou adquiridas. E a procura por cirurgias plásticas reparadoras cresce a cada ano. No ano passado, foram realizadas no País 664.809 cirurgias reparadoras. Elas representaram 43% de todas as cirurgias plásticas feitas no Brasil. Em 2009, foram 169.830 cirurgias reparadoras, que correspondiam a apenas 27% das cirurgias plásticas feitas naquele ano. Os dados são da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Samir Eberlin, cirurgião plástico e membro especialista da Socie
Por que as mentes mais brilhantes necessitam da solidão

Por que as mentes mais brilhantes necessitam da solidão

Atualidades
Por Revista Pazes - janeiro 19, 2016 Segundo o professor Robert Lang, da Universidade de Nevada (Las Vegas), especialista em dinâmicas sociais, muitos de nós acabarão vivendo sozinhos em algum momento, porque a cada dia nos casamos mais tarde, a taxa de divórcio aumenta, e as pessoas vivem mais. A prosperidade também incentiva esse estilo de vida, escolhido na maioria dos casos voluntariamente, pelo luxo que representa. A jornalista Maruja Torres, em sua autobiografia, Mujer en Guerra (da editora Planeta España, não publicada em português), já se vangloriava do prazer que lhe dava cair na cama e dormir sozinha, com pernas e braços em X. A isso se soma a comodidade de dispor do sofá, poder trocar de canal sem ter que negociar, improvisar planos sem avisar nem dar explicações, andar p
A triste geração que virou escrava da própria carreira

A triste geração que virou escrava da própria carreira

Atualidades
E a juventude vai escoando entre os dedos. Era uma vez uma geração que se achava muito livre. Tinha pena dos avós, que casaram cedo e nunca viajaram para a Europa. Tinha pena dos pais, que tiveram que camelar em empreguinhos ingratos e suar muitas camisas para pagar o aluguel, a escola e as viagens em família para pousadas no interior. Tinha pena de todos os que não falavam inglês fluentemente. Era uma vez uma geração que crescia quase bilíngue. Depois vinham noções de francês, italiano, espanhol, alemão, mandarim. Frequentou as melhores escolas. Entrou nas melhores faculdades. Passou no processo seletivo dos melhores estágios. Foram efetivados. Ficaram orgulhosos, com razão. E veio pós, especialização, mestrado, MBA. Os diplomas foram subindo pelas paredes. Era uma vez uma gera
Artigo revela que um chefe ruim pode adoecer os funcionários

Artigo revela que um chefe ruim pode adoecer os funcionários

Atualidades
Para 75% dos americanos, chefe é maior causa de estresse no trabalho Um artigo do Linkedin publicado pela revista Quartz revela que trabalhar infeliz com o chefe pode trazer efeitos tão ruins para a saúde quanto fumar passivamente. A leitura ainda aponta que quanto mais tempo você permanece em um emprego trabalhando para alguém que te estressa, maior é o dano a sua saúde física e mental. De acordo com a Quartz, o dados da Associação de Psicologia dos Estados Unidos apontam que 75% dos trabalhadores americanos consideram seus chefes a maior causa de estresse no trabalho. Porém, 59% deles não sairia do emprego. O números provam que as pessoas tem a capacidade de se acomodar em seus empregos, mesmo infelizes, o que dificulta ainda mais o processo do pedido de demissão e a busca por u
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com