Chia: saiba tudo sobre esse superalimento

Às vezes a gente quer mudar a nossa alimentação, mas a gente não sabe por onde começar. Uma sugestão muito boa é começar pelo grão de chia. Você já ouviu falar do grão de chia?

Você já deve ter ouvido falar dos superalimentos, não é mesmo? Entram nesse grupo aqueles alimentos que se destacam pelo seu valor nutricional e, por consequência, pelo grande número de benefícios que oferecem à saúde.

A chia é um bom exemplo de superalimento e você quer saber porque? Continue lendo este artigo e saiba tudo sobre as sementes de chia. Vamos aprender tudo!

NUTRIENTES PRESENTES NAS SEMENTES DE CHIA

A chia ou Salvia hispanica integra a família das lamiáceas, assim, é parente próxima da sálvia e do alecrim. É possível encontrar esse superalimento em forma de sementes, as quais são extremamente versáteis na cozinha.

As suas sementes podem ser encontradas moídas também ou transformadas em óleo. Mas independente de como ela é comercializada, a questão é que se trata de um alimento altamente nutritivo, tanto em quantidade quanto em variedade.

Veja a seguir quais são os nutrientes que são, principalmente, encontrados nas sementes de chia:

Proteínas

As sementes de chia possuem uma relevante quantidade de proteínas, sendo que os seus aminoácidos contribuem para que seja um alimente de alto valor biológico. Dessa forma, é um grande aliado de pessoas que aderem a um cardápio vegetariano.

Afinal, esse nutriente é fundamental para o dia a dia, uma vez que atua na manutenção dos músculos, entre muitas outras funções. Além disso, as fontes de proteína saciam a fome por mais tempo, ajudando na perda de peso, até porque demandam mais energia depois de consumidas.

Fibras

As fibras são outros nutrientes presentes em boas quantidades nas sementes de chia. Dessa forma, oferece uma série de vantagens, pois as fibras são essenciais para o bom funcionamento do intestino e ajudam no emagrecimento.

Antioxidantes

Essas substâncias combatem os radicais livres, ajudando na prevenção doenvelhecimento precoce das células. Dessa forma, evitam-se o surgimento de diferentes doenças. Entre os antioxidantes presentes nas sementes de chia é possível destacar os flavonoides.

Eles possuem ação anti-inflamatória, anti-hemorrágica, antialérgica e anticâncer, entre outras propriedades. Outros antioxidantes da chia são o ácido caféico, especialmente, um combatente do câncer, e o ácido clorogênico.

Ômega 3

Essa é uma das boas gorduras essencial para o organismo, sendo que esses nutrientes são especialmente importantes para o bom equilíbrio dos níveis dos hormônios no organismo. Esses, por sua vez, possuem papel em uma série de funções do corpo.

Além disso, o ômega 3 é encontrado em um número limitado de alimentos. Mais uma razão para incluir as sementes de chia no seu dia a dia.

Cálcio

A importância do cálcio para o corpo já é bem conhecida. E para ter uma ideia de como a chia é rica nesse mineral, vale a pena dizer que as suas sementes possuem cinco vezes mais essa substância do que o leite de vaca.

Magnésio

Esse é mais um mineral de grande importância para o organismo. Além disso, a concentração de magnésio na chia é maior até mesmo que a encontrada nas nozes e nos brócolis, sendo que esses são alimentos famosos por serem ricos no nutriente.

Entre os seus benefícios está a sua relevância para tratar casos de hipertensão, osteoporose e doenças do coração.

Manganês e fósforo

Outros dois minerais de fundamental importância para o bom funcionamento do organismo como um todo. Entre as principais funções do manganês, está o seu papel no tratamento de casos de epilepsia, artrite e diabetes.

Também colabora com a cicatrização de feridas. Já o fósforo contribui para o fortalecimento de ossos e dos dentes.

Fonte: https://deber.com.br/chia/