Categorias
Poesia

Coragem

Mudar uma vida em curso é um ato de coragem, todos dizem.

 

Ousar dizer “não”, procurar outros caminhos, ver além do horizonte outras possibilidades e prosseguir com a cabeça erguida é uma atitude que requer muita força interior, pois significa ir contra pessoas, costumes e hábitos que deixamos se instalar no nosso dia-a-dia. Coragem ou ousadia?

Talvez os dois, pois sem ousadia é impossível se ter uma idéia e levá-la adiante; sem coragem não conseguimos forças para lutar pelos nossos ideais e sonhos. Dizem que só os fortes são capazes de tais atos. Talvez seja verdade, quem sabe?!

 

Mas aqueles que ficam, que se deixam levar pelas correntezas da vida, mesmo quando não se sentem felizes, que se sentem incapazes de uma atitude ou um gesto que possa fazer uma diferença, mesmo que pequena, eu não diria que são covardes ou que deixaram de ser corajosos…

 

Por que na verdade é preciso ter muita coragem para abrir mão e abandonar os próprios sonhos, dos próprios desejos, de um amor talvez e da própria definição de felicidade. É preciso muita coragem para se ficar onde se está, olhar o horizonte e acreditar que ele está muito longe e inacessível.

 

Tentar mudar o próprio destino talvez seja um ato de bravura; coragem mesmo é correr o risco de se olhar no espelho daqui a dez ou vinte anos e se dizer que a vida passou muito rápido e que talvez as coisas pudessem ter sido diferentes se a gente tivesse apenas ousado, nem que fosse por uma vez, mudar o curso das coisas.

 

Letícia Thompson

Mensagem Postada 24/1/2010