Esporte como metáfora da vida

São poucas as oportunidades de ver filmes de Hong Kong e menos ainda as chances de refletir sobre como, numa sociedade individualista, em que existe um discurso de trabalho em equipe, muitas vezes mais na teoria do que na prática, é possível encontrar no esporte uma espécie de oásis de redenção.

‘Weeds on fire’ traz a história real da primeira equipe de baseball de Hong Kong a vencer uma competição no esporte. Trata-se de um grupo de alunos de uma escola de casse social baixa, que habita em conjuntos habitacionais. O severo diretor consegue unir esses jovens de modo que atuem como grupo, não como soma de indivíduos.

O discurso pode não ser original, mas a apresentação conquista pela sinceridade. O diretor Stevefat mostra como o que está fora do campo é levado para dentro, principalmente no nível psicológico. Problemas com os pais, com as primeiras namoradas e a inserção na vida adulta influenciam cada lançamento e rebatida.

O aprendizado com a derrota, o gosto da vitória pessoal mesmo quando se perde e a compreensão de que o sucesso vem de um esforço coletivo são variáveis bem exploradas. A equipe, que até virou nome de ponte na cidade, torna-se um microcosmos para compreender como jogar é uma metáfora do viver.

Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com