Categorias
Dicas

Minha alma…

A minha alma já sentiu o mundo caindo algumas vezes, e no dia seguinte, eu havia sobrevivido mais uma vez. E lá estava eu, teimosa, carregando um sorriso no rosto, e brigando com o destino, como quem diz: não desisto nunca!Não que eu não pense em desistir, na verdade, essa ideia já atravessou minha vontade inúmeras vezes, mostrando o peso do cansaço que a luta traz consigo, mas a determinação sempre ganha, e eu continuo, não fujo a batalha. Dou a cara para vida, ela bate e eu revido, me mostro, arrisco, me jogo, não dou atenção para o medo, e vou vivendo um dia de cada vez, reconstruindo os pedaços danificados no caminho, sem pressa, meu tempo não respeita o relógio. E o fim do mundo? Foram tantas perdas e recomeços na estrada, que me tornei perita em reconstruir, se o mundo acabar, eu invento um mundo novo, de novo…

Janaina Cavallin✍️