Categorias
Poesia

o silêncio…

Descansa os teus olhos, que voam magoados. Sobre as inquietas águas dos enganos E se a agonia, que reina em tua dor Te der som à palavra, desabafa!

 

Eu ouço. Sabe bem ter alguém para ouvir mesmo que não se consiga resolver o que te perturba Acredita que conforta!

Eu não tenho compromisso ou pressa Deixa aqui a tua cabeça, Onde o silêncio tem voz de companhia, Onde chorar não é vergonha nem fraqueza Traz, se puderes , à luz do dia, Essas mágoas caladas de sofrimento Eu tento ajudar!

 

( Se preferires depois, no fim, eu esqueço tudo… Deixo correr pelo rio tudo o que ouvi…)

 

Acho que Deus desenhou o ombro humano Perfeito , ondulado e quente Para ouvir e acarinhar amigos, amores, filhos… e de quem ele precisar !

 

O meu ombro está aqui… às vezes nem sempre encontro um Mas não desisto de o procurar…

 Mensagem Postada 27/2/2011