Oftalmologista dá 6 dicas para a chegada do Outono

A cada mudança de estação os olhos sofrem com as alterações do clima e no Outono não é diferente. O tempo vai ficando seco, mais poeira no ar e a mucosa ocular pode ficar mais irritada, apresentando alterações, que podem ser sentidas pelas pessoas.

Olhos vermelhos, lacrimejamento, coceira são alguns dos sintomas do quadro alérgico. “É importante não mexer nos olhos com as mãos sujas e beber bastante água. Quando o tempo dá uma esfriada não bebemos tanta água e isso altera a umidade dos olhos, que podem ficar mais sensíveis. Caso o quadro se agrave é importante ir a um oftalmologita”, alerta a Dra. Cláudia Benetti, a oftalmologista do Centro de Cirurgia Oftalmológica de Campinas.

Manter a casa mais arejada, evitando deixar o ambiente fechado também é outra dica de prevenção para evitar as patologias outonais como conjuntivites, síndrome do olho seco e as alergias.

As alergias e conjuntivite também ficam mais comuns nesta época do ano porque as pessoas costumam ficar em ambientes mais fechados. “Com uma esfriada no tempo vamos ficando mais enclausurados, o que facilita a disseminação de patógenos entre as pessoas, no trabalho e na escola.  Conjuntivites podem ser bacterianas, virais ou fúngicas, cada uma com uma característica de sintomas e sinais e tratamentos específicos”, esclarece a oftalmologista.

Já as alergias, segundo Cláudia, são mais causadas pela poeira que começa a subir pela estiagem, fuligem e os resíduos de folhas secas. Apesar de o tratamento ser simples, não pode ser ignorado porque a tendência é se agravar. “É comum as pessoas acharem normal os olhos arderem e embaçados no final do dia, mas o não tratamento levar o paciente a manipular muito os olhos e isso causa os olhos vermelhos crônicos, muito sintomático. Coçar os olhos pode causar microarranhaduras de córnea, o que dificulta o uso de lentes de contato. Em casos extremos compromete a qualidade visual por perda de transparência corneana, por exemplo”, alerta a doutora. 

 Algumas dicas de prevenção:

– lave bem o rosto e as mãos;

– evite usar toalhas de rosto, esponjas, rímel, delineadores de outras pessoas;

– evite a exposição à fumaça, poeira, pelos de animais e cloro de piscina;

– nos casos de conjuntivite, não utilize lentes de contato e não coce os olhos.

– mantenha a casa bem arejada;

– beba bastante água, pois uma mucosa bem hidratada consegue se “limpar melhor”.

Dra. Cláudia Benetti

Médica formada pela PUC-Campinas, especialista em Oftalmologia pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), pós-graduada em Medicina Chinesa e Acupuntura pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp) e pós-graduada em Medicina Integrativa pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

Centro de Cirurgia Oftalmológica de Campinas

O Centro de Cirurgia Oftalmológica de Campinas, localizado no bairro Cambuí, possui centro cirúrgico próprio, onde são realizadas cirurgias em esquema ambulatorial. O paciente faz a cirurgia sem a necessidade de internação. As intervenções são sempre acompanhadas e supervisionadas por um anestesista. Os equipamentos modernos e profissionais capacitados possibilitam um atendimento seguro e eficaz para total recuperação da capacidade visual funcional.

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com