Categorias
Uncategorized

Vai por mim, uma hora a gente cansa…

A gente cansa de esperar por mudanças de quem não está disposto a mudar, cansa de esperar iniciativas de quem nunca as teve, cansa de ser culpado de atitudes que não cometeu.

A gente cansa de ser uma versão resumida de si mesmo e de tentar se encaixar na vida dos outros.

A gente cansa de esperar carinho, de cobrar a presença e de exigir respeito.

Cansa de relevar as grosserias diárias e de considerar apenas, as poucas, que nos fazem sorrir.

Acontece exatamente assim: quando o cansaço nos abate, o amor-próprio nos levanta.

A partir daí, somos capazes de caminhar sem culpas, sem rancores, sem frustrações. Paramos de encontrar culpados e apenas seguimos em frente.

Vida que segue.