Categorias
Post legal

Você é mentalmente forte ou apenas uma pessoa resistente?

Postado Por: Psiconlinebrasilon:
Há uma grande diferença entre ser duro e ser forte. A mãe controladora, o parceiro exigente ou o chefe agressivo podem estar mascarando sua falta de força mental com o ar de falsa tenacidade. Atuar com resistência pode até atender às necessidades de alguém a curto prazo, mas somente a força mental pode trazer uma verdadeira satisfação na vida.
Pessoas realmente bem sucedidas não sobem ao topo agindo com resistência; elas se tornam melhores, cada vez mais fortes. Ser um profissional de alta performance requer coragem e tenacidade, bem como o desejo contínuo de se tornar melhor.
Aqui estão as sete principais diferenças entre ser mentalmente forte e simplesmente ser duro:

Pessoas duras acreditam que o fracasso nunca é uma opção. Se esforçar para ter sucesso é saudável, mas acreditar que você precisa alcançar o sucesso na primeira tentativa pode ser um ´´tiro no pé´´. Pessoas mentalmente fortes acreditam que o fracasso faz parte de um longo caminho em direção ao sucesso. Ao ver o fracasso como um revés temporário, eles são capazes de se recuperar e avançar com facilidade.
Elas usam a dureza para mascarar sua insegurança. A atuação resistente está intimamente ligada ao desenvolvimento de uma persona que diz: “Olhe para o quão grande eu sou”. Mas, muitas vezes, esse exterior duro é feito para esconder a insegurança. Pessoas mentalmente fortes investem suas energias para aprimorar seus pontos fracos e não para tentar encobri-los.
Pessoas duras dizem: “Não posso fazer nada”. Uma boa dose de auto-confiança sempre é muito saudável, mas superestimar suas capacidades pode deixá-lo mal preparado para as realidades de um desafio. Da mesma forma, subestimar o tempo e a energia necessária para alcançar seus objetivos pode leva-lo à decepção. A força mental é uma questão de reconhecer suas deficiências e todo o trabalho necessário para atingir uma meta.

Ser duro envolve orgulho. As pessoas que querem ser percebidas como duras têm algo a provar aos outros. Sua auto-estima muitas vezes depende de como os outros o vêem. Por outro lado, o desenvolvimento de força mental envolve a humildade de reconhecer seus pontos fracos e o desejo de se tornar melhor. Pessoas fortes estão dispostas a pedir ajuda aos outros e não precisam ser completamente auto-suficientes. Elas não estão preocupadas em provar nada a ninguém, apenas para si mesmos.
Pessoas duras suprimem suas emoções. A ocultação de emoções a curto prazo pode ser útil em certas profissões – militares, policiais e algumas do campo da medicina – ignorar emoções não é uma estratégia saudável a longo prazo. Eventualmente, emoções reprimidas constroem seu caminho para fora e, muitas vezes, saem de você na forma de raiva. Ser forte requer a consciência aguda de como as emoções podem influenciar nossos pensamentos e comportamentos. O monitoramento contínuo de seu estado emocional ajuda as pessoas mentalmente fortes a estarem no controle de suas emoções, assim suas emoções não podem controlá-los.
Pessoas duras prosperam no poder. Pessoas que agem resistentemente querem ser percebidas como sempre estando no controle. Como resultado, eles manipulam seus chefes e os outros à sua volta, fazendo exigências descabidas. Pessoas mentalmente fortes concentram sua energia para estarem no controle de seus próprios pensamentos, sentimentos e comportamentos, em vez de tentarem controlar pessoas e circunstâncias externas.
Ser duro é uma questão de suportar a dor. Pessoas duras muitas vezes se orgulham por suportar uma grande quantidade de dor e sofrimento. Pessoas mentalmente fortes não apenas suportam a dor, elas aprendem com ela. Elas se concentram no crescimento pessoal e desenvolvimento significativo, em vez de tratarem seus corpos como máquinas.

A boa notícia: Qualquer pessoa tem a capacidade de transformar um exterior resistente em uma mentalidade forte. Assim como a força física requer formação contínua, a força mental exige o exercício regular que irá ajudá-lo a melhorar e a crescer mais forte.
Fonte: Forbes traduzido e adaptado por Psiconlinews

Qual a sua opinião sobre isso?